Páginas

17.12.07

Ressonância magnética no cérebro de 50 adolescentes

Nota pública deixa claro a preocupação de investimentos financeiros em PESQUISA para estudar a "base biológica para a violência em menores infratores". Diz a nota que "a notícia de que a PUC-RS e a UFRGS vão realizar estudos e mapeamentos de ressonância magnética no cérebro de 50 adolescentes infratores para analisar aspectos neurológicos que seriam causadores de suas práticas de infração nos remete às mais arcaicas e retrógradas práticas eugenistas do início do século XX".
Segundo a nota, "enquanto a Universidade se colocar como um ente externo que apenas fragmenta, analisa e estuda este real, sem entender e analisar suas reais implicações na produção desta realidade, a porta continuará aberta para a disseminação de práticas excludentes, de realidades genocidas, de estudos que mantêm as coisas como estão".

Um comentário:

jairo moreira rio verde goias.. disse...

assim como afirmam que esta pesquisa pode provar que é possível encontrar tendencias criminosas em adolecentes.. quem sabe esses médicos também nao têem origem alemã com tendêcias nasistas.. derrepente sao até mesmo parentes biológicos de hitler. por isso essa fascinação por esse estudo.. verifiquemos a assinatura deles..

ASSUNTOS PUBLICADOS